Home Categoria "Jogo Responsável"
< Voltar

Jogo Responsável

AGA realiza Semana de Educação para Jogos Responsáveis

17/09/2019

A AGA e seus membros priorizam o jogo responsável como parte integrante das operações diárias do setor de jogos

ANU: Novas formas de direcionar problemas identificados com o jogo

Novas percepções sobre o vício em jogos de azar daqueles que experimentam seus efeitos prejudiciais ajudarão a informar tratamentos e intervenções mais eficazes

Pesquisadores do Centro de Pesquisas de Jogos (Centre for Gambling Research – CGR), com sede na Universidade Nacional da Austrália (Australian National University – ANU), entre...

22/02/2019

Domingo é Dia Internacional do Jogo Responsável

Jogo Responsável é um conjunto de ações adotadas por quem administra loterias e apostas

Dia 17 de fevereiro é comemorado o Dia Internacional do Jogo Responsável. O Jogo Responsável é um conjunto de ações adotadas por quem administra loterias e apostas com o objeti...

15/02/2019

Psiquiatras discutem abordagens e formas de tratamento para jogo patológico ou compulsivo

Transtorno é a 3ª maior causa de dependência, atrás apenas do álcool e do tabacoPsicólogos, estudantes de psicologia, psiquiatras, residentes em psiquiatria, terapeutas ocupacionais e demais profissionais da área estarão reunidos em S&atil...

15/04/2015

Provedor de Justiça questiona governo sobre medidas para proteger jogadores compulsivos em Portugal

Secretário de Turismo informou que já foram instalados em todos os cassinos os novos sistemas de Circuito Interno de Televisão que permitem a identificação dos jogadores interditadosO Provedor de Justiça de Portugal pediu explicações ao Governo sobre medidas a adotar para melhor controlar a entrada nos cassinos dos jogadores com acesso int...

22/02/2015

O jogo patológico é uma condição difícil de classificar

Uma nova pesquisa apresentada no Congresso da Academia Europeia de Neuropsicofarmacologia realizada em Berlim, na Alemanha, lançou uma nova luz sobre o que acontece no c&eac...

30/10/2014

Jogos clandestinos são os que causam maior dependência

Os jogos a dinheiro que causam maior dependência em Portugal são os clandestinos de cartas, seguidos dos ciberjogos e das slot machines. Dos jogos explorados pela SCML, o Euromilhões é aquele que mais vende, mas é também "o menos problemático". No lado oposto, os que causam mais vício é o Totobola e a Loteria

Os jogos clandestinos de cartas, o ciberjogo e as slot machines são os que causam maior dependência aos portugueses, revela o estudo "Dependência do jog...

13/09/2010

O vício é o prêmio

Jogadores perdem patrimônio e até família no bingoCaxias do Sul - A aura de diversão e adrenalina que envolve as casas de bingo e caça-níqueis oculta um problema social ignorado por muitos: jogadores compulsivos que ...

22/10/2005

Largar o jogo é mais difícil do que o cigarro.

"No começo, era só adrenalina e vontade de ganhar dinheiro. Depois, era adrenalina e vontade de recuperar o dinheiro. Aí, você se afunda mais e mais." Tiago,...

06/09/2005

Jogadores compulsivos: Mulheres em busca de ajuda.

A quantidade de mulheres que hoje procuram associações anônimas de jogadores compulsivos patológicos tem crescido significativamente desde 2003.‘‘N&...

16/08/2005

Drausio Varela entrevista Hermano Tavares

Drauzio - Gostaria que você discutisse o fenômeno dos bingos.Hermano - Uma coisa que precisa ser dita com todas as letras é que o jogo não é proibi...

04/08/2005

Veja mais

Notícias Relacionadas

13/03/2018 ,

Juiz decide que vencedor do Powerball pode ficar anônimo

Premiada com 560 milhões de dólares, sétimo maior prêmio na história do país, pede uma exceção na lei

02/12/2004

Caixa terá em 2005 um novo modelo de operação de loterias.

Conforme o BNL adiantou em sua edição de ontem, a partir do próximo ano, a Caixa Econômica Federal terá um novo modelo de operação para as su...

18/05/2016

Legalização dos jogos no Brasil: jogo do bicho e caça-níquel – Bloco 3

Estima-se que o jogo do bicho, mesmo clandestino, empregue meio milhão de pessoas e movimente R$ 12 bilhões por ano. Há quem defenda a legalização como forma de combater a propina e a corrupção policial. Mas a proposta preocupa o Ministério Público, porque pode favorecer a lavagem de dinheiro. A procuradoria defende que esse mercado continue na clandestinidade e seja atacado pelo Estado para ser reduzido. A legalização dos jogos no Brasil é o tema da reportagem especial desta semana. Confira, agora, o terceiro capítulo.