Home Destaque Paraná Pesquisas/IJL/BNL: Deputados são favoráveis a legalização dos jogos
< Voltar

Paraná Pesquisas/IJL/BNL: Deputados são favoráveis a legalização dos jogos

11/06/2019

Compartilhe

Na sondagem da Paraná Pesquisas os parlamentares foram favoráveis a legalização de todas as modalidades de jogos como previsto no substitutivo ao PL 442/91: cassinos, jogo do bicho, bingos, videojogos/BR1 e jogos online

 

O instituto também consultou os deputados sobre a preferência pela localização para instalação dos cassinos e a maioria preferiu pelas cidades turísticas

A Paraná Pesquisas revela que 52,1% dos deputados federais são favoráveis a legalização dos jogos como cassinos, jogo do bicho, bingos, videojogo e jogo online como previsto no substitutivo ao PL 442/91. 40,8% dos parlamentares são contrários e 7,1% não sabem/não responderam.

 

 

Contratada pelo portal de notícias BNLData em parceria com o Instituto Brasileiro Jogo Legal – IJL, a Paraná Pesquisas consultou 238 deputados federais através de entrevistas pessoais ou telefônicas entre os dias 27 e 31 de maio deste ano. A principal pergunta da sondagem foi “O Sr. (a) é a favor ou contra a legalização de TODOS os jogos de azar no Brasil, ou seja, a legalização de cassinos, jogo do bicho, casas de bingo, vídeo jogo e jogo online?”

Quando separados por Regiões, 54,9% dos deputados do Sudeste são favoráveis, seguido pelos parlamentares do Nordeste com 53,8%, do Sul com 50,0% e do Norte/Centro-Oeste com 46,9%.

Argumentos contrários a legalização dos jogos

A sondagem também apontou os argumentos elencados pelos parlamentares contrários a legalização: lavagem de dinheiro (20,6%), aumento da patologia (17,2%), religioso (10,1%), fiscalização deficitária (9,7%) e ausência de controle (9,2%).

Preferência por cassinos em cidades turísticas

A Paraná Pesquisas também perguntou aos parlamentares favoráveis a legalização “Quanto os cassinos, caso sejam legalizados, o Sr (a) acha que eles devem ser em qualquer localidade, em cidades turísticas, em cidades turísticas, em cidades com IDH baixo, apenas em resorts integrados ou isso é indiferente?” a maioria foi favorável a instalação em cidades turísticas. A sondagem comprova que apesar do desejo de alguns deputados, a última opção dos parlamentares foi pela instalação de cassinos ‘apenas em resorts integrados’.

A preferência da maioria é pela instalação de cassinos em cidades turísticas com 40,1%. Em segundo lugar aparece a instalação dos cassinos em cidades com IDH baixo com 21,6%. Em terceiro lugar os parlamentares são indiferentes com 16,2%, seguidos pela opção em qualquer localidade com 8,4%. A opção da minoria foi pela instalação de cassinos ‘apenas em resorts integrados’ com apenas 7,2%.

Quando segmentado por região, maioria dos deputados da Região Sul são favoráveis às cidades turísticas com 56,7%, seguidos pelo Sudeste com 39,7% e Nordeste com 34,7%.

O levantamento da Paraná Pesquisas derruba o maior mito sobre a preferência pela legalização de cassinos em resorts integrados.