Home Destaque Presidente da Embratur defende liberação de cassinos e jogos de azar
< Voltar

Presidente da Embratur defende liberação de cassinos e jogos de azar

08/11/2019

Compartilhe

De acordo com o Gilson Machado, é necessário pôr em prática algumas ações, como maior liberação de visto para estrangeiro e debloqueio de cluster de resorts para jogos de azar

O primeiro painel que compõe a programação do Meeting Festuris, que se iniciou na manhã desta sexta-feira (8), intitulado “A Sustentabilidade como Grande Incentivo a Inovação Dentro do Turismo”, contou com o discurso do presidente da Embratur, Gilson Machado. De acordo com Machado, durante uma feira internacional de ecoturismo, teve a oportunidade de falar sobre o segmento brasileiro e estima fechar o ano com a geração de um milhão de empregos.

Gilson Machado, presidente da Embratur, nomeou o Turismo como o Petróleo do Futuro. “Estive recentemente em uma reunião com Jair Bolsonaro e tive a oportunidade de falar com ele e convencê-lo de liberar a isenção de vistos para os chineses. Isso sim vai gerar fomento ao País”, comemora.

O presidente da Embratur afirma que mais ações devem ser realizadas além da maior liberação de vistos para estrangeiros, como a transformação da Embratur em agência, liberação de cluster de cassino e jogos de azar e parceria do Mercosul no mesmo nível europeu.

Para isso, é necessário pôr em prática ações que são consideradas essenciais para tais impactos. Dentre eles, estão:

– Maior liberação de vistos para estrangeiros

– Transformação da Embratur em agência

– Liberação de cluster de resorts para cassinos e jogos de azar

– Parceria do Mercosul no mesmo nível europeu

– Livre trânsito de turistas

“Onde a gente passou, a gente disse que o voo da galinha acabou. Agora somos o voo da águia. Vocês vão dizer se estávamos certo ou errado daqui a quatro ano. Somos o futuro da geração de emprego do Brasil”, finalizou. (Com informações do Brasilturis)